Projeto institucional Cidadão Mirim guia ações de conscientização ambiental na Trilha da Criança


Categoria: Trilhar Virtual

O exercício da cidadania nasce dos estímulos, das vivências e das interações do indivíduo com o outro e com o mundo. Na infância, a educação ambiental deve ser oferecida de forma lúdica, possibilitando que as crianças entendam seu papel em relação à preservação do meio ambiente. E no ambiente escolar, essa conscientização encontra um terreno fértil para florescer.

Ação na Praça JK, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente

Na Trilha da Criança Centro Educacional, o Projeto Institucional Cidadão Mirim, desenvolvido desde 2001, vem norteando inúmeras outras ações na escola, propiciando situações de análise e reflexão em torno de três vertentes, de cunho social e educativo. São elas: eu comigo, que possibilita a reflexão sobre a necessidade de cuidar de si mesmo e de respeitar sentimentos pessoais; eu com o outro, que promove o desenvolvimento e a construção de valores e atitudes comuns a todos; e eu com o mundo, que trabalha a conscientização e as ações em benefício do meio ambiente.

A partir do Cidadão Mirim, a Trilha oferece às crianças experiências que visam estimular o desenvolvimento de aspectos sociais, cognitivos, afetivos e morais, despertando nelas o senso de responsabilidade e a consciência de que suas ações podem gerar grandes mudanças. “É fundamental ensinar e estimular as crianças a terem atitudes cidadãs, desde os primeiros anos de vida, para que tenhamos, num futuro, indivíduos capazes de exercer a sua cidadania e ter uma atuação política mais ética, consciente e responsável”, afirma a diretora da Trilha da Criança, Ana Paula Resende Bartolomeo.

Exemplos de ações que refletem essas premissas são as assembleias, o projeto de reciclagem e confecção de brinquedos com materiais reaproveitáveis, a Semana do Meio Ambiente da Trilha, a gincana ecológica, a confecção de ecobags, entre outras. A escola mantém ainda a horta coletiva, onde as crianças cultivam e colhem os alimentos que serão utilizados nas próprias refeições.

Dengue e meio ambiente

No mês em que se comemorou o Dia Mundial do Meio Ambiente, as crianças participaram de atividades de reflexão e conscientização e realizaram ações em benefício do meio ambiente, envolvendo toda a comunidade escolar e do entorno. Exemplo dessas ações foi a ação realizada pelos alunos na Praça JK, em Belo Horizonte. Além de recolher o lixo no local, a ação teve como objetivo evitar que objetos descartados pudessem acumular água parada, condição necessária à proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. As crianças também fizeram cartazes e uma blitz educativa para alertar a comunidade sobre o tema.

“Em consonância com o nosso projeto Cidadão Mirim, buscamos despertar nos alunos o senso de responsabilidade, contribuindo para que toda a comunidade reflita sobre a importância do comprometimento coletivo para preservação do meio ambiente”, afirma a diretora da Trilha, Ana Paula de Rezende Bartolomeo. Para ela, a escola cumpre papel fundamental, visto que pode estimular seus alunos a desenvolverem a capacidade de análise e reflexão crítica, contribuindo para a construção de uma consciência cidadã.

A pauta também foi destaque no jornal Estado de Minas. Confira: