A importância da convivência entre as crianças na primeira infância


Categoria: Artigos
Publicado em:

Conviver, brincar, participar, explorar em grupo promovem o conhecimento e o desenvolvimento infantil.

Crianças participam de atividade em grupo na escola.

A importância da convivência entre crianças é um dos principais fatores para promover o conhecimento e o desenvolvimento infantil. O ser humano é um ser sociável. Estar em sociedade faz com que suas necessidades de interação sejam atendidas, isso vale desde a primeira infância.

A convivência com outras crianças se torna fundamental para o desenvolvimento de habilidades importantes como o senso de pertencimento, capacidade de compartilhar, cooperar e de ser empático. 

Nesse contexto, estar no espaço de convivência da Educação Infantil é essencial para o desenvolvimento integral da criança. A Escola exerce um papel primordial na socialização, além do desenvolvimento de outras habilidades infantis pertinentes à faixa etária de 0 a 5 anos.

A Base Nacional Comum Curricular – BNCC (2018) estabelece as competências gerais e os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento  da Educação Infantil, enfatizando os seis principais direitos de aprendizagem e desenvolvimento: conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se.

Conforme destaca esse documento, “as aprendizagens essenciais compreendem tanto comportamentos, habilidades e conhecimentos quanto vivências que promovem aprendizagem e desenvolvimento nos diversos campos de experiências, sempre tomando as interações e a brincadeira como eixos estruturantes.”

As vivências na escola, nesse contexto, são como estímulos ambientais que as crianças recebem por meio de um espaço rico e planejado e contribuem para o aumento das sinapses (conexões entre as células cerebrais), que, de acordo com LeDoux e evidências neurocientíficas, dependem tanto dos genes, quanto das experiências.

E mais! As vivências abrangem também a mediação do professor, o faz toda a diferença para a construção de aprendizagens significativas.

Benefícios da convivência entre crianças na primeira infância

 

  • Desenvolvimento da fala: ouvir outras crianças falando acelera o desenvolvimento da linguagem e do vocabulário.
  • Paciência: estar em grupo de iguais, principalmente na escola, faz com que a criança tenha consciência de que é preciso aguardar a sua vez, de brincar ou de ser atendido, por exemplo.
  • Capacidade de compartilhar: enquanto está sozinha, a criança é geralmente o centro das atenções. Estar com outras crianças incentiva atitudes de colaboração e compartilhamento — desde brinquedos, alimentos e até atenção.
  • Respeito à individualidade: apesar de estarem em um grupo com outras crianças da mesma idade, cada uma é um indivíduo único, com suas particularidades e a convivência estimula o respeito à individualidade de cada um.
  • Autoconhecimento: quanto mais se entende sobre o outro, mais fácil é o conhecimento sobre si mesmo. Com as crianças também é assim, elas percebem suas diferenças e entendem que podem ser diferentes umas das outras.

Viu só a importância da convivência entre crianças? E como ela é um dos principais fatores para promover o conhecimento e o desenvolvimento infantil?

Estar em grupo, com as crianças da mesma faixa etária, traz inúmeros benefícios. É preciso estimular e cuidar para que essa interação seja sempre saudável e segura para elas.

Acesse nossas redes sociais e acompanhe as experiências proporcionadas pela Trilha da Criança que estimulam a formação integral e convivência entre as crianças.


Categorias