Tecnologia durante a quarentena: o segredo com as crianças está no equilíbrio


Categoria: Artigos
Publicado em:

Calma, tem tecnologias para todas as horas. O segredo é saber usá-las da melhor maneira para cada finalidade

De repente as tecnologias se tornaram a única forma de conexão com o mundo fora de casa. Ainda estamos sob os efeitos de um isolamento social sem precedentes. E nesse processo de adaptação a uma vida mais online do que presencial, nos demos conta de que existem tecnologias digitais que nos unem, mas que, se mal utilizadas, nos distanciam mais ainda.

Famílias fisicamente perto, mas distantes, cada um no seu mundo virtual individual, vivendo um duplo isolamento. Também vi várias famílias convivendo bem com tecnologias para finalidades diferentes. Ora para estudos ou trabalho, ora para entretenimento. Organizar a ordem de uso e o seu propósito se tornou um grande desafio! Muitas vezes a mesma tecnologia tem que ser usada de formas bem diferentes, com finalidades diferentes. E se a finalidade é diferente, o jeito de uso também é diferente.

Fomos obrigados a fazer uma aula ultrarrápida de como sobreviver na internet e da internet, sem sufocar no mar de aplicativos que brotaram aos montes das cavernas cibernéticas. Mas quando se faz escolhas conscientes sobre quais tecnologias usar, um bom pedaço do desafio fica mais fácil de ser trilhado com segurança e foco. E aqui vou dar exemplos vividos por mim durante o período de quarentena.

Há algum tempo uso uma plataforma para treinamentos e mentoria online. Sempre usei com o objetivo profissional. Um uso bem -focado. Às vezes falo sozinha um longo tempo e depois abrimos para perguntas e interação. Durante a quarentena passei a usar também para reunir gente que eu amo, pra bater papo, matar saudades. Nesse caso todos falam o quanto quiserem, riem juntos ou choram juntos.

Uns dias antes da última Páscoa, eu fiz uma palestra online que ajudou profissionais de educação do Brasil inteiro através dessa plataforma. Primeiro me ouviram e depois participaram. Objetivo alcançado! Dois dias depois eu e meus irmãos, morando em 3 continentes diferentes, usamos essa mesma plataforma para compartilhar nossos corações num momento triste.

Fizemos um encontro memorial pra falar da nossa mãe, que depois de um longo tempo de sofrimento havia partido pra morar com o Papai do Céu. Graças à internet pudemos chorar juntos e lembrar dos bons momentos vividos. A mesma plataforma, a mesma tecnologia, mas com finalidade e formas de uso diferentes. Afinal, existem tecnologias para todas as horas.

É por isso que sempre digo: a tecnologia é. Ponto! Se será para o bem ou para o mal, só depende de nós.

Fonte: https://paisefilhos.uol.com.br/blogs-e-colunistas/dra-ivanice/tecnologia-durante-a-quarentena-o-segredo-com-as-criancas-esta-no-equilibrio/